Daqui Pra Lá

by Plutão Já Foi Planeta

supported by
/
  • Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

     $7 USD  or more

     

1.
03:31
2.
3.
4.
5.
6.
03:54
7.

about

BAIXE NA ÍNTEGRA O ÁLBUM "DAQUI PRA LÁ": migre.me/mi7jA

credits

released October 16, 2014

Plutão Já Foi Planeta - Daqui Pra Lá (2014)
Produzido por Plutão Já Foi Planeta
Gravado no Estúdio DoSol, em Natal/RN, Brasil
Colaboração de Anderson Foca, Henrique Geladeira e Yves Fernandes
Mixado por Eduardo Pinheiro no Estúdio Megafone
Capa: Aureliano Medeiros
Produção executiva: André Maia
Foto: Mylena Sousa

--

Voz/baixo/guitarra: Gustavo Arruda
Voz/baixo/violão/teclado: Natália Noronha
Voz/guitarra/ukulele/escaleta: Sapulha Campos
Baixo/teclado: Rafael Bezerra
Bateria: Raphael Andrade

tags

license

all rights reserved

feeds

feeds for this album, this artist

about

Plutão Já Foi Planeta Natal, Brazil

BAIXE "DAQUI PRA LÁ": migre.me/mi7jA


Plutão Já Foi Planeta é Gustavo Arruda, Natália Noronha, Khalil Oliveira, Vitória de Santi e Sapulha Campos.

Contato: (84) 99982-6087 (André Maia)

E-mail: plutaojafoiplaneta@outlook.com
... more

contact / help

Contact Plutão Já Foi Planeta

Streaming and
Download help

Track Name: Suma Daqui
Suma daqui
Não quero mais te ver
Eu finjo que você já foi embora
Não verei você crescer

Mas se você vier
Passe por aqui
Pra me ver
Pra falar do que você quiser

Está tudo pronto
Não vou me arrepender
Eu vou para o meu mundo
Que eu construí sem você

Mesmo que eu saiba o caminho
Vou tentar me perder
Vou tentar esquecer as horas passadas
Agora você
De mim em mim
Lembrança qualquer
Agora enfim
Você
Track Name: Daqui Pra Lá
Venha me contar
Uma história de nós dois
Eu te espero acordada
E deixo o tempo pra depois

E você me diz
E quantas vezes já ouvi
Nunca é demais
A paz que você me traz

Me escreva uma canção
Num dia de domingo
Traga uma chuva pra nós dois
Deixa o tempo pra depois
Track Name: Haverá de Se
Haverá de se dizer que foi difícil crer
No que, não sei por que, tanto faz
Se a falta já não mais se faz
De quem correu e levou embora
A mais doce e longa das horas
Sem demora e sem senhora
Te falo, lá longe do lugar mais alto

Haverá de se explicar que foi difícil crer
Sonhar quase não se pode mais
Tanto se fez, faltou
E nada mais será feito
O tempo passa e se aperta o peito
E no espelho já vejo coisas a mais

Na na na na
Na na na na na na

Haverá de se
Haverá, do que já não me lembro
Cada minuto é um tormento
Haverá de se
Haverá, do que já não me lembro
Um medo, um sopro, um rebento
Track Name: Viagem Perdida
Você confia à fumaça
A ida da memória má
Você confia ao copo
O esquecimento do que sempre será tormento

Você confia à leitura
A distração
Mas as palavras são apenas para os olhos
A atenção

Você quer ir embora de você
Como se você não lhe fosse
Todos os destinos possíveis

A ida é sempre volta
A volta, sempre ida
É melhor que fique
É viagem perdida

Aqui, na gente
Ficar em casa é viajar
Aqui e sempre
É lar, é lá

Você quer ir embora de você
Como se você não lhe fosse
Todos os destinos possíveis

Você não sabe o que é se perder
E não encontra uma saída
Para um destino possível
Track Name: Sonho de Palmer
Será que eu disse adeus a quem
Só me queria ter por bem?
E se o mundo que abrirá
E espera só por mim
É onde eu quero estar?

Será que você vai lembrar
Da sombra da janela
De onde eu quero ver passar?

Tudo que eu não consigo entender
Tudo que eu não posso aceitar
Será que eu disse adeus a quem será?

A quem me deu a mão
Eu vou voltar
Sentir o seu rosto então
Abra a porta que eu quero passar
Olha quem vem de lá
Track Name: A Hora
E eu vou por aí
Com hora pra voltar
Sem tempo de me perder
Dentro de mim
De onde eu nunca quis sair

E quanto mais penso, mais calo
Rio, transbordo
De um lado raso de um tanto faz

E eu não falo nada além do que eu posso falar
E eu sou o que você me traz
E eu sou a cor do amanhecer
À vista de ninguém
Track Name: Você Não É Mais Planeta
Eu de Marte, tu de Plutão
Eu planeta, você não
Duas mentes diferentes
Tentativas de concordância em vão

Eu poeta, tu ativista
Eu nos livros, tu na pista
À vista de todos
Menos de mim

Meus gostos estranham os teus
Mas eu não estranho você
A diferença não faz diferença
Se você é você

Eu no vinho, tu na cerveja
Eu sozinho, tu sempre à mesa
Cheia de gente diferente
Que tu sempre finge gostar